Conheça o Rottweiler

sexta-feira, 30 maio 2014 by
Beautiful-Rottweiler-rottweiler-13378967-1280-800

Rottweiler é uma raça canina desenvolvida na Alemanha. Cão criado por açogueiros da região de Rottweil para o trabalho, logo tornou-se um eficiente animal de guarda e pastoreio, além de útil na tração. É reconhecidamente uma das raças mais antigas, já vista no século I em campanhas das legiões romanas pelos Alpes, tanto pastoreando quanto guardando prisioneiros. É

Preparação Física dos Cães

quarta-feira, 28 maio 2014 by
IMG_0434

Na época atual, a preparação física dos cães tornou-se um tema de destaque, assim como a associação de treinos de proprietários e cães para a manutenção da saúde de ambos.

Quando os sistemas do organismo são forçados pelo trabalho físico, o corpo responde a fim de aumentar a capacidade para reduzir o esforço (resposta de treinamento).

Alguns componentes do corpo melhoram o desempenho mais rapidamente do que outros. Os mais lentos são as estruturas dos sistemas cardiovascular e esqueléticos (músculos). Os músculos expostos a esforços freqüentes e prolongados aumentam um número significativo de capilares por mm. Após alguns meses, atingem 100% de eficácia (o que permanece com a manutenção adequada).

Condicionamento físico de cães atletas

quarta-feira, 28 maio 2014 by
cachorro_academia

O condicionamento físico pode ser definido como o processo de preparo físico e mental para a realização de uma atividade física intensa. Um cão atleta bem condicionado e treinado requer um proprietário, treinador ou tratador comprometidos com o programa de condicionamento bem definido. O treinamento cardiovascular e musculoesquelético são partes fundamentais do programa. O treinamento também é importante, pois ensina o cão atleta as especificidades de cada atividade esportiva, também influenciando no comportamento do animal.

repelente-cachorro

Não podemos nem imaginar como o mundo cheira para um cachorro. O faro dele é um instrumento fino e delicado, se comparado ao seu nariz. Então, faz sentido que façam a marcação territorial urinando nos lugares e objetos para mostrar quem manda. Essa é uma parte importante da comunicação canina. As mensagens químicas na urina do cachorro dizem aos outros cachorros quase tudo que precisam saber: onde o cachorro que marcou vive, quanto tempo faz que passou por ali e, no caso das fêmeas, se estão receptivas sexualmente. Um cão que fica nervoso quando está sozinho em casa pode marcar os móveis e paredes para reassegurar a si mesmo que está tudo bem. A marcação territorial também pode ser uma maneira de afirmar dominância: esse é o motivo pelo qual alguns cães erguem a perna em outros cachorros ou nas pessoas.

Como fazer um cachorro parar de brigar

quarta-feira, 28 maio 2014 by
two dogs playing and showing teeth, separated from background

Os cães se metem em brigas com outros para mostrar quem domina quem na sociedade canina, para defender seu território (incluindo direito a copular), por medo, para proteger sua comida e, às vezes, como um ataque defensivo ao encontrar um cachorro que o atacou no passado. Um cachorro castrado, que passou sua fase de desenvolvimento com a sua mãe e irmãos de ninhada e que foi bem socializado com outros cachorros e com humanos também, tem as melhores chances de não entrar em brigas. É claro que tudo isso pode mudar se você tem um cachorro adulto que é briguento. Você pode até ter um cachorro briguento, mas precisa seguir alguns passos para mantê-lo sob controle.

cao

Correr atrás dos carros é um grande problema para alguns cachorros. Alguns perseguidores só estão respondendo ao instinto de caça: qualquer coisa que se mova serve como presa. Outros podem atuar segundo seus instintos territorialistas, expulsando os intrusos motorizados de seu terreno. Outros, normalmente raças de pastoreio ou vira-latas com instinto de pastorear, estão tentando trazer os carros rebeldes de volta ao rebanho. Basicamente, qualquer cachorro fica tentado a correr atrás de um objeto móvel, seja uma bola ou graveto, seja um gato ou esquilo. A dica é ensiná-los quando é legal perseguir: ir buscar um graveto e pegar uma bola é bom, ir atrás do gato do vozinho e de um carro que está passando, não é. 

Como lidar com cães agressivos

quarta-feira, 06 fevereiro 2013 by
cachorro2

 agressividade é provavelmente a razão mais comum pela qual um cão saudável é sacrificado. Às vezes, nos esquecemos de que os cães são predadores e podem causar ferimentos sérios e até mesmo fatais. Um cachorro agressivo é assustador.

Você precisa entender se o seu cão está realmente mostrando agressividade. A palavra agressão tem um significado específico no campo do comportamento animal. Tudo é muito relativo: o que é agressivo para nós pode ser perfeitamente normal para um cachorro. Um bom exemplo é a brincadeira. Uma criança que corre atrás de outra em um campo para morder as suas costas e derrubá-la no chão em uma luta intensa seria extremamente agressiva. Entretanto, para uma dupla de cães, essa seria a descrição perfeita de diversão. A brincadeira é vista como uma prática das habilidades do dia a dia. Por isso, é muito comum ver um cão absolutamente normal brincando de espreitar, seguir, caçar e até matar.

Como lidar com cachorros que mordem

quarta-feira, 06 fevereiro 2013 by
Unknown

A cada ano são relatados entre meio e um milhão de ferimentos por mordida de cães. As vítimas mais comuns destes ataques são crianças com menos de doze anos (aproximadamente 60% do total) e as cinco raças mais comuns entre os ataques são os chow-chows, rottweilers, pastores alemães, cocker spaniels e dálmatas. De uma maneira geral, em uma população canina, os machos que não castrados são os que mais mordem. Em outras palavras, manter um chow-chow não castrado em uma casa com quatro crianças pequenas pode ser a garantia de pelo menos uma ida à emergência do hospital por causa de uma mordida. Isso não quer dizer que você não possa ter cães de raça com tendência a morder ou que deva esperar até que as crianças estejam na faculdade para comprar um cachorro. Isso significa que você precisa entender melhor por que e quando um cachorro pode morder e tomar atitudes com relação ao cachorro e à família para evitar estes acidentes.

Como fazer um cachorro parar de roer

quarta-feira, 06 fevereiro 2013 by
roendo

A boca dos cachorros é equivalente às nossas mãos. É o que eles usam para pegar e examinar as coisas, avaliar seu possível uso e transportar o que interessa de um lugar para o outro. Ao roer, o cachorro sabe a textura, o gosto e se alguma coisa é boa ou ruim para comer. É uma parte natural do comportamento canino: é tão difícil ensinar um cachorro a parar completamente de roer quanto é para ensiná-lo a parar de respirar. Roer é uma parte importante do desenvolvimento do filhote. Assim como os bebês, os filhotes de cães roem para aliviar a dor nas gengivas quando os dentes estão nascendo. Pode levar até um ano para a dentição estar completa. Portanto, esse é outro ponto em que você precisa de muita paciência para ensinar seu cachorro o que ele pode e o que ele não pode roer.

Como fazer um cachorro parar de comer fezes

quinta-feira, 10 janeiro 2013 by
cachorro-limpar-coco-boxer

Os cachorros comem absolutamente qualquer coisa, incluindo suas próprias fezes e de outros animais. Por mais que pareça nojento, isso é comum o suficiente para ter um nome médico: coprofagia, do grego kopros (estrume) e fagos (aquele que come).

Sim, é um tópico desagradável, mas você tem que saber que a coprofagia às vezes é natural e normal. Filhotes recém-nascidos ainda não sabem evacuar sozinhos, então a mãe os lambe para estimular e eliminação de urina e fezes e para fazer a higiene. Em outras circunstâncias, a natureza vai tentar evitar que todo esse lixo seja desperdiçado. Os gatos precisam de uma dieta muito mais rica em gordura do que os cães. Isso significa muito mais gordura em suas fezes. Qualquer um que tenha cães e gatos juntos sabe que o cachorro adora fuçar a caixa dos gatos à procura dessa sobra de nutrientes em suas fezes.

TOP Google+